23 de agosto de 2018

Haddad diz que tentam tirar Lula da disputa e reconhece figura de Ricardo

‘Vamos ao combate até Lula subir a rampa do Planalto’, disse o petista, em João Pessoa.

Fernando Haddad em João Pessoa (Foto: Angélica Nunes)

Fernando Haddad em João Pessoa (Foto: Angélica Nunes)

Por Angélica Nunes

“Lula reconhece Ricardo como um estadista que lutou pela democracia”. Este foi o tom do discurso do candidato a vice-presidente da República, Fernando Haddad (PT), referindo-se ao governador Ricardo Coutinho (PSB), durante entrevista no fim da manhã desta quinta-feira (23) em João Pessoa.

O candidato destacou que Ricardo “passou momentos difíceis” por, segundo Haddad, “ficar do lado certo e [agora] está colhendo os frutos da sua postura e dignidade, tendo reconhecimento de todo o povo paraibano”. “Ele não fez o cálculo barato do que é mais interessante, fez o cálculo correto”, avalia.

O petista participa de atividades de campanha do PSB, que tem o nome de João Azevedo para a disputa ao governo da Paraíba e o deputado federal Veneziano (PSB) como candidato ao Senado, além do deputado Luiz Couto (PT) na disputa pela segunda vaga de senador. Além da coletiva no Esporte Clube Cabo Branco, Haddad também participa na tarde quinta-feira de uma caminhada. O evento terá concentração na Companhia (CBTU) e termina no Ponto de Cém Reis, Centro.

 

Defesa de Lula

Sobre a própria candidatura, Haddad defende que foi inventado um estudo para tirar Lula da corrida presidencial e que o candidato do PT à presidência está sendo investigado há 50 anos “e não acham nada”. “Mas o mundo está de olho no que está acontecendo no Brasil. Nós temos uma uma convicção: vamos manter nossa mobilização até ver o Lula subir a rampa do [Palácio do] Planalto”, declara.

O discurso do segundo dia de agenda na Paraíba repetiu as críticas que o candidato petista fez ao governo de Michel Temer e aos senadores Cássio Cunha Lima e Aécio Neves, de Minas Gerais, que já tinha marcado o discurso em Campina Grande na noite de quarta-feira. A passagem pela Paraíba faz parte do périplo que o petista faz pelo Brasil em defesa de Lula. 

Participaram da ação na capital os candidatos da coligação ‘A força do trabalho’, encabeçada pelo PSB. Além de João Azevêdo (PSB), candidato a governador, também participaram os candidatos ao Senado, Veneziano Vital do Rego (PSB) e Luis Couto (PT) e o governador Ricardo Coutinho, que não concorre a nenhum cargo nas eleições deste ano.