8 de outubro de 2018

Maranhão se queixa de rolo compressor e diz que ofereceu experiência e história

Em nota, ex-candidato ao governo afirma que faz parte do jogo político ganhar ou perder.

 

JOSUSMAR BARBOSA

 

Com 335.604 votos (17,44 %), o senador José Maranhão (MDB) ficou em terceiro lugar na disputa para o governo da Paraíba, no domingo (7), ficando atrás do governador eleito João Azevêdo (MDB) e Lucélio Cartaxo (PV).

Em nota, o ex-candidato se queixa do rolo-compressor e que, apesar da luta desigual e enfrentar “instrumentos nada republicanos, cumprimos o nosso papel oferecendo nossa experiência e história como alternativas num momento em que a política é rediscutida em nível nacional”.

Veja a nota

Paraibanos,

A política é a arte do possível, é uma atividade de risco, faz parte do jogo ganhar ou perder. Apesar da luta desigual, enfrentando instrumentos nada republicanos, cumprimos o nosso papel oferecendo nossa experiência e história como alternativas num momento em que a política é rediscutida em nível nacional.

Quero agradecer aos paraibanos que me acompanharam nesta caminhada. Obrigado aos meus correligionários, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, suplentes, líderes comunitários, categorias, amigos, familiares, enfim, a você que esteve junto comigo nessa grande jornada, e que resistiram bravamente ao rolo compressor que se viu na Paraíba nessas últimas horas.

A luta continua no Senado Federal, pelos próximos 4 anos. Estarei firme defendendo os interesses da Paraíba e dos paraibanos.

Um abraço fraterno, e que Deus nos abençoe!
Zé Maranhão – O Senador da Paraíba