17 de setembro de 2018

Tárcio quer criar Casa de Partos com doulas aprovadas por concurso público

Candidato foi sabatinado nesta segunda-feira na CBN.

 

Foto: Aline Oliveira

O candidato ao governo da Paraíba pelo PSOL, Tárcio Teixeira, propôs investir na construção e funcionamento das casas de parto nas diferentes regiões da Paraíba como forma de amenizar o déficit de maternidades no estado. “Outros candidatos, inclusive o atual governo, prometeram colocar uma maternidade em cada cidade, mas sabemos que isso seria inviável”, afirmou. O candidato foi entrevistado nesta segunda-feira (17) pela equipe da CBN Paraíba.

Tárcio Teixeira disse que para efetivar ainda mais a humanização do parto, sua proposta de governo inclui inserir doulas, por meio de concurso público, no serviço de saúde da Paraíba, nas unidades já existentes e nas Casas de Parto que serão criadas, como forma de aperfeiçoar os serviço e fortalecer a soberania da mulher.

O candidato ao governador também foi questionado sobre temas polêmicos no formato de pingue-pongue com a âncora da CBN, Patrícia Rocha. Tárcio Teixeira disse se posicionar favorável a descriminalização do aborto, “pela vida das mulheres”, da legalização da maconha, da discussão da identidade de gênero, como forma de combater a violência sexual contra os jovens, e da taxação de igrejas; e contrário à reforma da previdência e da terceirização para atividades-fins, já em vigor; à flexibilização do porte de arma e à taxação de igrejas. Também se posicionou sobre o uso das forças armadas para segurança pública. “A morte de Marielle, nossa companheira do PSOL, é parte desse processo”, disse.

UEPB

Às vésperas de participar de uma reunião com sindicalistas da Universidade Estadual da Paraíba, Tárcio Teixeira disse que tem propostas efetivas para recompor a instituição. Além do repasse integral do duodécimo, que teria sido reduzido pelo atual governo, o candidato do PSOL disse que quer investir ainda mais na UEPB cobrando contrapartidas de auxílio ao desenvolvimento econômico e social da Paraíba.

“Tem questões imediatas que precisam ser tratadas. Primeiro o repasse integral do duodécimo para que não precise acontecer o que esta acontecendo agora, prejudicando os estado, já que metade dessas pessoas é por cota de escola pública. Mas não é simplesmente repassar, tem autonomia, mas queremos dialogar a pesquisa voltada para agricultura e saúde, na Paraíba, a formação de professore, o zoneamento cultural e turístico, de forma que UEPB possa colaborar diretamente com o governo da Paraíba”, pontuou.

Mobilidade urbana

Com relação à pauta da mobilidade urbana, Tárcio Teixeira defendem uma regulamentação mais ampla dos transportes alternativos, sobretudo na região metropolitana da Paraíba.”Os outros candidatos pensam em coisas e não pessoas, não querem enfrentar o monopólio. Entendemos que a regulamentação que aconteceu é um verdadeiro engodo. Ela não permite que os alternativos, por exemplos, circulem em João Pessoa. Caso eles não existissem a população de Bayeux e Santa Rita não conseguiriam chegar ao trabalho e escolas na capital. A gente entende que tem que ampliar a quantidade de ônibus e regulamentar o transporte alternativo de forma que ela atenda a população dessas cidades”, destacou.

Para Tárcio Teixeira, não há um enfrentamento ao monopólio se também não se discute a possibilidade de regulamentação também do mototaxista e de criação de ciclofaixa em outras cidades, assim como já tem em João Pessoa. “Temos umas das malhas rodoviárias mais preservadas do país. O que a gente percebe muito hoje é uma briga entre prefeitura e governo para ver quem calça mais ruas e faça o maior viaduto, mas se não faz um transporte publico de qualidade você coloca mais carros na rua. Queremos um consórcio para que eles criem alternativas, mas sem deixar de manter a sua responsabilidade”, completou.

Entrevistas

A série de entrevistas com os candidatos seguem nesta terça-feira (18) com a candidata ao governo da Paraíba pelo PSTU, Rama Dantas. A sabatina começa sempre a partir das 10h. O conteúdo será transmitido pela CBN João Pessoa e CBN Campina Grande, em rede. A entrevista contará com a participação de jornalistas da CBN, do Jornal da Paraíba e do G1. Haverá também a participação dos ouvintes.

A ordem dos entrevistados foi definida por meio de sorteio, com a presença de representantes de todos os partidos. Será uma grande oportunidade para que os eleitores paraibanos possam conferir as propostas dos postulantes. As sabatinas com os candidatos ao governo ocorre dias depois do fim da rodada de entrevistas com os postulantes ao Senado.

Veja a ordem das entrevistas dos candidatos ao Governo:

Dia 17 – Tárcio Teixeira (PSOL)
Dia 18 – Rama Dantas (PSTU)
Dia 19 – José Maranhão (MDB)
Dia 20 – Lucélio Cartaxo (PV)
dia 24 – João Azevêdo (PSB)

Veja a ordem dos candidatos ao Senado já entrevistados

Dia 3 – Cássio Cunha Lima (PSDB)
Dia 4 – Roberto Paulino (MDB)
Dia 5 – Nelson Júnior (PSOL)
Dia 6 – Nivaldo Mangueira (PSOL)
Dia 10 – Luiz Couto (PT)
Dia 11 – Veneziano Vital do Rêgo (PSB)
Dia 12 – Daniella Ribeiro (PP)