8 de outubro de 2018

Veneziano diz que representar a PB no Senado é uma “missão diferenciada”

Jhonathan Oliveira

Deputado federal ganhou uma disputa ‘caseira’ contra Daniella Ribeiro e Cássio Cunha Lima, que não se reelegeu.

Veneziano comemora vitória com a família (Foto: Josusmar Barbosa)

Veneziano comemora vitória com a família (Foto: Josusmar Barbosa)

“É uma missão diferenciada representar nosso estado na mais alta casa congressual”. A declaração é do deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PSB) que foi eleito neste domingo (7) para o Senado Federal pela Paraíba. O ex-prefeito de Campina Grande teve 24,63% dos votos válidos e ficou com a primeira vaga. A outra eleita foi a deputada estadual Daniella Ribeiro (Progressistas).

“Os eleitores fizeram opção por uma proposta, por uma história, por um senador de verdade, que vai lá está para tratar dos assuantos que precusam ser tratados”, disse o senador eleito. Veneziano disse que o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o governador eleito, João Azevêdo (PSB), foram fundamentais para a vitória.

Veneziano saiu vitorioso em uma disputa campinense. Além de Daniella, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) também estava na briga e não conseguiu a reeleição. Indagado sobre a derrota do adversário tucano, o socialista preferiu não polemizar.

“O revés de Cássio não está ligado a nós, me parece que está identificado na realção dele com os seus parceiros. Não me cabe fazer essa análise. Eu mão quero mal a quem quer que seja”, declarou.

Filho dos ex-deputados Vital do Rêgo (já falecido) e Nilda Gondim, Veneziano iniciou a carreira como vereador de Campina Grande e, depois, prefeito de Campina Grande, cargo que exerceu por dois mandatos. Depois, se elegeu deputado federal. Em 2016, perdeu na a eleição para prefeito, e agora garantiu uma vaga no Senado aos 48 anos.